(79) 3019 -9566 / (79) 9 9127-6331
@CLINICASONHA
Saliva e
Alterações Salivares
Ter salivação normal e adequada é FUNDAMENTAL para a saúde geral, saúde bucal e qualidade de vida de um individuo.

As alterações salivares são mais comuns do que se imagina, porém assim como tantas outras patologias são pouco diagnosticadas.

A severa redução na produção de saliva resulta não apenas numa rápida deterioração da saúde bucal como também cria um impacto prejudicial na vida do doente.
Alterações salivares:
Assilia – ausência de fluxo salivar
Hipossialia ou hiposalivação – redução da quantidade salivar, podendo ser por razões patológicas ou não. Nesse caso pode ser momentâneo. Mas existe caso de haver uma redução patológica da glândula salivar por redução da função da glândula. Neste caso pode ou não ser reversível.
Hipersialia ou hipersalivação – Produção excessiva de fluxo salivar podendo ser por razões patológicas ou não.
Normossialia – quando não há alteração na saliva.
Sinais de ASSIALIA
Feridas na lateral da boca
Lábios e língua avermelhados
Língua sem papilas
Dificuldade na retenção de próteses e restaurações
Cárie, Candidíase gengivite.
Sintomas
Ardência da língua e mucosa
Sede
Perda ou alteração do paladar
Dificuldade de deglutir e de falar
Secura de boca língua e lábios.

Esses sintomas podem ser passageiros, devido a uso de medicamentos, doenças, radioterapia, quimioterapia ou ainda em alguns casos as glândulas perderem a função salivar e com tratamento através de estímulos medicamentosos, gustatórios e mecânicos reverter à situação total ou parcialmente.
Hipossialia:
Condições e hábitos que contribuem para a redução do fluxo salivar:
  • Consumo de líquidos insuficiente
  • Diarreias ou estados de desidratação
  • Alimentação ( dieta líquida ou pastosa , consumo excessivo e frequente de alimentos estimulantes
  • Tabagismo, elitismo respirador bucal , ronco e bruxismo do sono e da vigília.
  • Sudorese intensa
  • Condições ambientais
  • Estresse emocional intenso
Medicamentos e drogas que geram redução da salivação:
  • Maconha, crack cocaína, ecstasy, LSD,
  • Quimioterapia (Durante o tratamento)
  • Anti-histamínicos ( Dramin, Desalex, Claritin, Allegra, Hixizine.... )
  • Ansiolíticos ( Frontal, Diazepan, Apraz, Valium...)
  • Antidepressivos
  • Diuréticos
  • Anti- hipertensivos e anticolinérgicos
  • Moderadores de apetite
  • Isotretioína (Roacutam)
Para o diagnóstico das alterações salivares usamos alguns recursos como:
  • Radiografias,
  • Ultrassonografia,
  • Ressonância magnética,
  • Sialografia
  • Cintilografia.
Sobre a clínica