(79) 3019 -9566 / (79) 9 9127-6331
@CLINICASONHA
Prevenção



Ainda é costume dos brasileiros tratar a doença somente quando ela atinge estado grave. O mesmo acontece com os dentes e gengiva. Por isso os tratamentos odontológicos custam caro e são radicais, levando a extrações e próteses (dentes artificiais) de custos elevados.

Além disso, a Odontologia brasileira, ainda que seja uma das mais avançadas no mundo, é muito limitada quando se trata de PREVENIR doenças.

Não é a toa que somos o país que mais tem dentistas no mundo, e também um dos campeões em problemas.

Em poucas áreas da saúde a prevenção pode funcionar tão bem quanto na
Odontologia. Conhecendo melhor as formas de evitar a cárie, as doenças periodontais (das gengivas) e praticando hábitos de higiene, você estará mantendo seus dentes saudáveis e prevenindo problemas em outras partes do corpo.

Hoje é totalmente possível que crianças bem orientadas , não venham a ter uma única cárie em toda a sua vida.

A saúde bucal tem ampla influência em nosso organismo como um todo. Dentes estragados ou a falta deles compromete a mastigação dos alimentos, provocando trabalho mais intenso em outros órgãos, como estômago e intestinos. Infecções na boca são porta de entrada para doenças da laringe, faringe e até do coração.

A falta de higiene leva ao mau hálito responsável, em maior ou menor grau, por problemas de relacionamento interpessoal. No aspecto psicológico, a estética da boca tem grande influência nos sentimentos de timidez e insegurança, podendo dificultar amizades e a vida profissional.

Prevenir é mais fácil do que você pensa. Basta se educar. Seguir as orientações dadas em nossa clínica e habituar-se a cuidar dos seus dentes. Você vai sentir a diferença imediatamente. Na boca e no bolso.

Fazer a limpeza de sua língua delicadamente com limpador lingual ou escova de dentes.

Higiene bucal : uso correto do fio ou fita dental e utilização de uma escova macia de boa marca.

É importante aprender a técnica correta de escovação com o dentista ou com a THD (técnica em higiene dental).

Para portadores de doenças periodontais, gengivite ou para quem usa aparelho ortodôntico : recomenda-se a utilização de escovas especiais e técnica de escovação especializada ensinada pelo dentista ou pela THD (técnica em higiene dental).

Quem possui próteses removíveis ou totais deve limpá-las após cada refeição, utilizando, de preferência, uma escovação com escova e produtos especiais.

Não utilizar soluções para bochecho que contenham álcool em sua composição;

Evite intervalos superiores a 3 ou 4 horas entre as refeições;

Beba de 2 a 3 litros de água (ou outros líquidos) por dia;

Evite o consumo excessivo de alimentos com odor carregado;

Evite o consumo excessivo de café e de bebidas alcoólicas, especialmente se você estiver estressado ou ansioso.

Ao primeiro sinal de sangramento gengival procure um dentista.

Técnicas de escovação

Conheça e combata o inimigo da sua boca.

As cáries e as enfermidades das gengivas iniciam-se com a formação da placa bacteriana, uma película transparente, esbranquiçada, composta de bactérias e resíduos alimentares, que se adere aos dentes.

Para uma boa saúde bucal, recomenda-se evitar o uso de açúcares e carboidratos, como doce, bala, bolacha, chocolate, chiclete, refrigerante, nos intervalos das refeições, não havendo, porém, restrições quanto à ingestão de frutas. Os meios mais eficazes de remoção e controle da placa bacteriana são a ESCOVAÇÃO e o uso de fio dental.

A escovação deve ser feita após as refeições, de duas a três vezes ao dia, com técnicas adequadas. Após o uso, a escova deve ser lavada e guardada em lugar seco e arejado.

Escove corretamente com a escova adequada.

Para uma escovação correta e completa é necessário uma boa escova, adequada ao seu tamanho de boca.

Inicie a escovação pelo lado de dentro dos dentes inferiores, depois os superiores e em seguida passe para o lado de fora, reiniciando pelos inferiores.

Coloque a escova sobre os dentes e gengivas com uma angulação de aproximadamente 45O e, aplicando uma pressão moderada , faça movimentos vibratórios, para frente e para trás, procurando deixar a escova no mesmo lugar;

Faça 2 vezes 10 vibrações, para cada grupo de 2 a 3 dentes;

Para os dentes da frente, coloque a escova verticalmente, de modo que as cerdas fiquem apoiadas na gengiva e no dente. Faça 2 vezes, 10 vibrações, para frente e
para trás, procurando deixar a escova no mesmo lugar;

Escove a superfície mastigatória de todos os dentes com movimentos circulares;

Escove cuidadosamente sua língua, porque ela também retém resíduos alimentares;

Enxágue vigorosamente toda a boca.

Melhor maneira de utilizar o fio dental

Retire aproximadamente 50cm de fio dental do estojo e enrole no dedo médio de cada mão;

Estique o fio dental, segurando-o com os dedos polegar e indicador;
Deixe livre um pedaço do fio dental;

Passe o fio dental entre os dentes fazendo movimento suave de “vai-e-vem”, até que o fio dental penetre ligeiramente na gengiva;

Pressione levemente o fio dental sobre uma face de um dente, curvando-o e fazendo-o deslizar para cima e para baixo durante o movimento de “vai-e-vem”;

Repita a operação para cada dente até que todos tenham sido limpos. Utilize um novo pedaço livre de fio dental para cada dente.